3.3. TEACHING AND UNIVERSITY RESEARCH

3.3.1 TESE DE DOUTORAMENTO


REMIX-SABOTAGE:

Apropriação, Transformação e o ‘Uso das Formas’ na História das Imagens e do Som.


PHD Thesis Supervised by Professor Maria João Gamito /
Tese de Doutoramento Orientada pela Professora Catedrática Maria João Gamito
Scientific Field: Fine Arts - Multimedia /
Área Científica: Belas Artes - Multimédia
University: F.B.A.U.L. (Lisbon University Fine Arts Faculty) /
Instituição: F.B.A.U.L. (Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa)
Degree Recognition: 2016 /
Obtenção de Grau: 2016

RESUMO

Remix e Sabotage são os títulos de duas exposições individuais que refletem o resultado artistico do projeto teórico e prático concebido e concretizado no âmbito do doutoramento e incluem um amplo conjunto de peças realizadas no decorrer deste ciclo de estudos.
Neste projeto utilizei estratégias conceptuais que derivam da noção de apropriação e apliquei-as, visando a interpretação e a transformação de ‘objetos’ que pertencem ao vasto campo da produção cultural nos domínios da cultura erudita e popular e da história das imagens e do som.
Esta tese também é uma procura de enquadramento histórico e teórico para dois pilares fundamentais do meu processo de produção artística: o uso do som e o uso das estratégias de apropriação e converge na proposta do conceito operativo Remix. Chego a este conceito através da revisão de alguns percursos artísticos onde estão presentes a relação entre arte e som (Russolo, Cage, Marclay, etc.) ou a utilização da apropriação (desde Duchamp até à constatação da sua tranversalidade a partir dos anos 90).
No campo das artes visuais a apropriação obedece a uma reflexão teórica específca, inicia-se esta análise com autores como Goodman, seguindo para outros mais recentes como Bourriaud ou Navas. No campo do som a apropriação é bastante mais descomprometida e aceite como decorrente da experimentação exemplificada por fenómenos como o dub e o deejaying.
Remix apresenta-se como um conceito operativo resultante nas operações de apropriação, evocação, interpretação, citação, encenação e representação, que traduz a vontade de conciliar as esferas da música e das artes visuais e que se tenta encontrar numa relação dialética com os discursos teóricos atuais. Na metodologia desta tese a prática precede a teoria e a investigação artística precede a conceção prática. A reflexão e processo de escrita tornam-se um lugar de negociação entre a descoberta de afinidades conceituais e a identificação de discordâncias dentro da produção teórica que enquadra as temáticas identificadas.

Palavras-Chave: Apropriação - Originalidade - Remix – Artes Visuais – Som


ABSTRACT (reviewed)

'Remix' and 'Sabotage' - titles of two solo exhibitions conceived during the phd period of time represents the artistic result of this thesis - a large number of artworks, conceived under a common operational and conceptual frame. The continuous flow of that framework simultaneously establishes the thematic range of this PHD and a consistence to the artistic production process. In this project I have used a subtle, conceptual based, balance between copy and transformation strategies and applied it to identified reference objects, much of them works of art, broadening the notion of appropriation from that careful selection of 'objects' that belong to the vast archive of both erudite and popular culture and to the history of sound and images. This thesis also seeks an historical and theoretical frame for the two main themes in this artistic process: not only the use but also the reference to sound and music with the use of appropriation strategies. That combination converges into a proposal of an operational concept identified as: Remix. I come to this concept through the study/research of some artistic movements and experiences that combine art and sound (Russolo, Cage Marclay, etc.) and the use of appropriation (since Duchamp to its ubiquity since the 90's). In the visual arts, appropriation belongs to a specific theoretical frame, starting with Goodman and later developed by recent authors like Navas or Bourriaud. In the music field, appropriation is understood as a result of a much less theoretical approach as Dub music produced in the Jamaican studios or the much more recent deejaying phenomena clearly demonstrate. Remix operational concept presents itself through the operations of appropriation, evocation, interpretation, quoting, reenactment and representation, and come from a dialectic relation between music and visual arts combined with today's theoretical speeches. In this thesis methodology, practice precedes theory and artistic investigation precedes art practice. The reflection and writing comes from a negotiation process pointing affinities and discordances in the theoretical production that frame this issues.

Keywords: Appropriation - Originality - Remix – Visual Arts – Sound



3.3.2 PROJECTOS DE INVESTIGAÇÃO


3.3.2.1 PROJECTO “ART POWER”
Candidatura para Projecto de Investigação Artística / Application for an Artistic Research Project

Linha de investigação: Projecto de investigação artística
Autoria: Rui Valério
Título do projecto:“ART POWER”

Objectivos

1.produção de obras de arte
2.montagem e exibição de uma exposição individual com a participação de um comissário
3.promoção e divulgação pública da exposição nos canais da universidade mas também em canais de comunicação exteriores à universidade
4.produção e publicação de um catálogo relativo à exposição
5.enquadramento reflexivo das obras e do contexto teórico que as enquadra
5.1 como resultado deste processo eventual publicação de artigos
6.eventual ciclo de conferências públicas posteriores à inauguração da exposição
7.eventual publicação das actas do ciclo de conferências

(Evidentemente que se os objectivos que proponho contarem com o apoio do Centro de Investigação e da Universidade – em todos os momentos enunciados será explícito e anunciado esse apoio).

Descrição

Projecto para exposição individual comissariada em espaço público não comercial, publicação de um catálogo sobre a exposição com a eventual participação de elementos externos convidados (ainda não definidos), para além da participação activa do curador.
Eventualmente também poderá ser promovido um pequeno ciclo de conferências decorrente da temática do projecto que não só envolve questões relacionadas com a reinterpretação de património artístico como a relação entre o artista e o curador nos processos que determinam a existência pública da Obra de Arte e a sua constante reencenação (para que haja um ciclo de conferências é essencial que este envolva convidados com um protagonismo inquestionável nos campos da curadoria, da teoria da arte, artistas e investigadores académicos que tenham produção dentro desta área).
O projecto também reflecte sobre a intervenção activa do curador em qualquer momento de existência pública da obra do artista e do estabelecimento de diferentes relações e contextualizações de todo o património artístico material. Este novo agente com crescente protagonismo, constantemente cria novas leituras da história da arte. Dependendo da natureza da obra e sobretudo se pensarmos no período contemporâneo, a sua apresentação/encenação, assim como a sua contextualização, por vezes, é bastante transformadora da própria obra do artista. Esta questão ganha uma dimensão ainda mais significativa se pensarmos na obra de natureza digital – tanto sob os pontos de vista da teoria, como da tecnologia, este tipo de obra inevitavelmente cria novos desafios sob o ponto de vista da sua conservação e apresentação e é sem dúvida permanente problematizada a possibilidade técnica de preservar a sua identidade original, na medida em que os próprios dispositivos de que depende a sua apresentação estão em permanente evolução, alterando significativamente a sua natureza formal.
A relação entre o artista e o curador nos processos de existência visível da obra e a influência de ambos no constante reequacionamento dum património – que neste caso é a substância da própria história da arte – as obras serão reflectidos num processo de investigação e produção artística que ele próprio é resultado de uma relação dinâmica com o curador – dado que todo este projecto encontra ou reforça o seu sentido no facto da exposição ser comissariada.
O principal foco da ideia de património artístico refere-se às próprias obras de arte – a história da arte – património material, mas não edificado – as questões relacionadas com património edificado não são consideradas pertinentes neste âmbito, dado que constituiria um elemento de dispersão no projecto e um desvio do seu foco).




/NEXT︎︎︎


 GO TO RUI VALÉRIO’S WEB SITE HOMEPAGE ︎  

OR IF YOU RATHER TALK TO HIM THAN TRY ONE OF THESE:

rruuiivvaalleerriioo@gmail.com
 
+351 96 621 77 94


︎